Divagando...

Divagando...
Bosque da Princesa em Pindamonhangaba - Foto de Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito

terça-feira, 31 de maio de 2016

A Mala...Desconheço a autoria


                                                                  Imagem da Web


"Um homem morreu, e ao se dar conta, viu que Deus se aproximava e tinha uma maleta com Ele.
E Deus disse:
- Bem, filho, hora de irmos.
O homem assombrado perguntou:
- Já? Tão rápido? Eu tinha muitos planos..
- Sinto muito, mas é o momento de sua partida.
- O que tem na maleta? Perguntou o homem.
E Deus respondeu:
- Os seus pertences!!!
- Meus pertences? Minhas coisas, minha roupa, meu dinheiro?
Deus respondeu:
- Esses nunca foram seus, eram da terra.
- Então são as minhas recordações?
- Elas nunca foram suas, elas eram do tempo.
- Meus talentos?
- Esses não pertenciam a você, eram das circunstâncias.
- Então são meus amigos, meus familiares?
- Sinto muito, eles nunca pertenceram a você, eles eram do caminho.
- Minha mulher e meus filhos?
- Eles nunca lhe pertenceram, eram de seu coração.
- É o meu corpo.
- Nunca foi seu, ele era do pó.
- Então é a minha alma.
- Não! Essa é minha.
Então, o homem cheio de medo, tomou a maleta de Deus e ao abri-la se deu conta de que estava vazia... Com uma lágrima de desamparo brotando em seus olhos, o homem disse:
- Nunca tive nada?
- É assim, cada um dos momentos que você viveu foram seus. A vida é só um momento... Um momento só seu!
Por isso, enquanto estiver no tempo, desfrute-o em sua totalidade. Que nada do que você acredita que lhe pertence
o detenha... Viva o agora! Viva sua vida!
E não se esqueça de SER FELIZ, é o único que realmente vale a pena!
As coisas materiais e todo o resto pelo que você luta fica aqui.
VOCÊ NÃO LEVA NADA!
Valorize àqueles que valorizam você, não perca tempo com alguém que não tem tempo para você."

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Pensamento



Para mim não existe coisa mais extraordinária que o pensamento.
Alguém me disse uma vez que “o pensamento é o passeio da alma”.
Veja que coisa mais linda e que poético “o pensamento é o passeio da alma”!
Concordo plenamente com ele, é a maneira que nosso espírito tem para viajar, descortinar novos horizontes é através do pensamento que levamos nosso corpo a passeios deslumbrantes, que só podemos fazer através do pensamento, da imaginação.
É através dele que levamos nossa alma mais longe que nosso corpo pode chegar. 
A alma não encontra obstáculos para caminhar, voar, viajar pelo espaço sideral, através do pensamento saímos de nós mesmos sem abandonarmos nosso interior.
Isso é bárbaro, imagine poder voar sem sair do lugar!
E mais o pensamento segundo Descartes é uma existência, ele disse “Penso, logo existo”.
Pensar é formar conceitos, portanto temos que ter cuidado com que pensamos, pois podemos colocar pensamentos inúteis em movimento e jogá-los para o subconsciente coletivo e de certa forma colocar uma existência no caos.
Pensamento é a arte de refletir, meditar, viajar pelo espaço sem sair do lugar.
                             Maria Teresa


terça-feira, 10 de maio de 2016

Esperança e Felicidade



Somos seres tão insatisfeitos que desterramos nossos sonhos, 
exilamos o real e ficamos incapazes de reconhecer que a 
felicidade não é um oásis distante localizado num lugar inexistente, 
mas está dentro de nós, dentro da nossa indelével esperança, 
no nosso coração dependendo exclusivamente de nós para senti-la ou não.
Mas parece que mantemos esta porta fechada, 
querendo sempre o que está fora.
A felicidade não é inatingível, ela está ali, bem perto, 
está dentro de nós, dá até muitas vezes para tocá-la, 
senti-la em nossas mãos, basta que a toquemos suavemente 
com as mãos do coração.
Não é um acaso.
- Se por acaso eu for feliz, é o que falamos constantemente -.
Não podemos pensar assim.
Não se pode deixar nada para o acaso resolver ou nos dar, 
temos que conquistar.
Sou feliz e pronto o que vem de fora só complementa.
Eu posso deter a felicidade dentro de mim e deixar a endorfina, 
a enzima do bem estar, tomar conta do meu ser por inteiro 
e deter isso em mim, com bons pensamentos de euforia, 
de alegria que nos dá a felicidade.
Óbvio que a tristeza, a solidão muitas vezes obscurece a felicidade, 
ninguém gosta de se sentir só, mas nem sempre temos um alguém ao nosso lado, 
e isso não pode ser determinante para sermos infelizes, 
temos sim que dar sentido à felicidade que está plantada no coração 
e exaltá-la cada vez mais.
O outro pode fazer aflorar a felicidade dentro de nós, 
mas o outro não pode ser responsável por ela, 
ele não detém a felicidade, não pode ser responsável por nossa felicidade, 
o outro é contingência para este sentir de felicidade dentro de nós.

      Maria  Teresa  - 2000



domingo, 8 de maio de 2016

Mãe

Mãe

(((((No dicionário, MÃE quer dizer:
 mãe feminino [Datação: século XIII] (diminutivo: mãezinha)
1.    progenitora, a que  à luz
2.    indivíduo do sexo feminino que gera outro indivíduo
3.    pessoa que exerce a maternidade
4.    um dos epítetos da Virgem Maria
5.    (Analogia) origem
§  A mãe de todas as guerras.))
Esqueceram de acrescentar: renúncia de si mesma, doar sua vida de entrega
total, amar na gratuidade, nossa tem tanta coisa que o dicionário esqueceu.

Minha querida mãezinha foi a melhor mãe do mundo e continua sendo, por que sinto que ela continua a me proteger e a me orientar e todos os momentos.
Ela estava presente no momento que conheci meu bem, o homem da minha vida, colocando em meu coração que eu devia dizer sim a ele.
Mamãe está presente em todos os momentos de minha vida.
Sei que papai também era, éramos muito unidos, éramos almas trigêmeas.
Todos que nos conheciam falavam isso.
Mamãe sempre contava uma história e verdadeira.
Seus pais eram muito amigos, amigos de infância.
Quando minha avó, mãe da minha mãe engravidou, alguns dias depois a mãe de papai engravidou também, ambos nasceram em março de 1910, mamãe no dia 3 e papai no dia 16, 13 dias de diferença, número predileto dos dois e meu também.
Coincidência ou não, éramos almas trigêmeas.
Quando papai nasceu mamãe foi visitar papai e mamou na mãe de papai, além de tudo eram irmãos de leite... Lindo isso.
Muita coisa linda entre os dois desde o nascimento deles, viveram 50 anos casados, na maior paz, nunca vimos eles discutirem, eles tinham como base, “se nos amamos, por que brigarmos”!
E viveram felizes para sempre e sei que estão juntos, bem juntinhos e muito felizes, creio nisso.
Ah mamãe que saudades, mas é uma saudade boa, por que só tenho coisa boa vivida com a senhora para recordar e sonhar.
Amo a senhora como sempre amei, apenas temos o céu entre nós, por que o amor é eterno.
Beijos mamãe em seu coração, sua filha Maria Teresa

  (((((Foto tirada em Aparecida do Norte em 1954, antes as famílias tinham uma foto destas)))))

Mamãe - Dia 8 de Maio, dia das Mães

Mamãe querida

Mamãe querida.
Hoje no calendário do meu coração é seu dia,
por que todo dia é seu dia.
Quanta saudade habita meu coração.
Que vontade de lhe abraçar, de lhe beijar.

Que saudade de pedir sua benção.
Saudade de ouvir sua voz me chamando,
“Maria Teresa, vem aqui, por favor”.

Que saudade de sentar a seu lado e crochetar

com a senhora, conversas e toalhas.
Que saudades mamãe!


Saudades da sua macarronada com carne assada.

Eu adorava sua batata frita, era uma delícia,
não existe nenhuma, nem parecida, que dirá igual.
Que saudades mamãe!

Saudades de ouvir as velhas histórias que a senhora

contava sempre com um sorriso tímido nos lábios.
Que saudades mamãe!

Que saudades de ouvir a senhora cantarolando
aqueles fados lindos e as músicas de Dalva de Oliveira,
que saudades mamãe!

Saudades de tanta coisa que guardo em meu coração
com carinho, ternura e amor.

Um beijo mamãe e sua benção eterna!

                                                               Sua filha Maria Teresa


  

sábado, 7 de maio de 2016

Saudades de mamãe


     Meus pais aos 22 anos na década de vinte

Um dia minha mãe me falou, papai já tinha me dito isso quando eu fiz 18 anos e agora era a hora de ouvir de mamãe, ela me falou assim, segurou em minhas mãos, mamãe era muito tímida, nem sei como ela conseguiu falar assim:"Maria Teresa, você nasceu do mais belo ato de amor, você foi concebida na última vez que seu pai e eu fizemos 'sexo', tentamos por anos gerar você, mas você tão preguiçosa não queria vir, seu pai e eu rezamos e nos deixamos guiar pelo amor e você foi concebida e na manhã seguinte já sabíamos que você estava ali dentro do nosso coração e você foi crescendo e hoje aqui está na minha frente, uma linda mulher que só nos encanta, papai já tinha ido para o céu quando ela falou isso para mim, e continuou, sei que logo vou partir, vou ao encontro do meu velho, a saudade é grande e quero pedir que você continue assim, desse jeitinho" e sorriu.

Foi exatamente assim que aconteceu e 10 meses depois papai veio buscá-la.
Todas as homenagens que possa fazer  para ela, ainda é muito  pouco,  
pela vida que me deu e pela mulher que sou, sou o retrato dos meus pais, 
pelo menos tento ser.
       Parabéns doces Mãezinhas desta blogosfera e todas as mães do mundo!
       Deus proteja vocês sempre.

                                        Um abraço carinhoso, Maria Teresa
Um beijo mamãe em seu coração maravilhoso e doce, sua filha Maria Teresa

Mamãe era especial

Mamãe e eu na década de setenta

“Ela é a dona de tudo,/ Ela é a rainha do lar,/ Ela vale mais para mim,/ Que o céu, que a terra, que o mar,/ Ela é a palavra mais linda,/ Que um dia o poeta escreveu,/ Ela é o tesouro que o pobre,/ Das mãos do senhor recebeu.// Mamãe, mamãe, mamãe,/ Tu és a razão dos meus dias,/ Tu és feita de amor e esperança,/ Ai, ai, ai, mamãe,/ eu cresci, o caminho perdi/ volto a ti e me sinto criança/ Eu te lembro chinelo na mão,/ O avental todo sujo de ovo,/ Se eu pudesse,/ Eu queria outra vez, mamãe,/ Começar tudo, tudo de novo.”

... aí deu uma saudade danada da minha infância com mamãe, ela cantava  muito essa música e essa lembrança me trouxe outra lembrança que vou contar a vocês.
Papai tinha uma pequena loja de confecção própria e sobrava muito retalho e o retalho que dava para mamãe fazer um vestido para mim, lá estava ela em volta da máquina de costura, imaginando como o faria e de repente lá estava ele pronto e mamãe ia buscar a caixa de linhas coloridas de bordar.
Bordava uma cena de uma história de contos de fadas, no corpo do vestidinho ou partes de uma estória na roda da saia.
Mamãe era muito criativa, parecia que tinha mãos mágicas, meus vestidos eram lindos, nenhuma amiguinha tinha igual e eu ficava toda faceira.
Ah ela era muito especial, ela era a artesã do amor.
Dos retalhos que sobravam, ela fazia colchas maravilhosas e as da minha cama, ela sempre bordava alguma coisa linda.
Eu adorava vê-la criar estas coisas tão bonitas, parecia magia de uma fada e ela era minha fada.
Ela era especial, muito especial.
Que saudades mamãe, ainda bem que aproveitamos bem nossa vida juntas, principalmente todo tempo que tínhamos.
Mas que dá uma saudade danada, ah isso dá, viu dona Filhinha, minha mamãe querida e muito amada.
Um beijo em seu coração e continue comigo a me orientar a cada dia.
               Sua filha que lhe amam muito, Maria Teresa

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Mamãe era assim


Mamãe e papai, na década de setenta, meus lindos, meus heróis!
Mamãe gerou quatro filhos, três homens e eu, mas amou junto com seus filhos mais uma, minha sobrinha que ficou órfã com um ano e meio e ela foi criada como filha, minha irmãzinha.
Mamãe era a própria flor de formosura, era boa, carinhosa, amorosa e meiga, mas quando precisava dar umas palmadas, ai, ai, ai, como ardia. (risos)
Mamãe era nata educadora, nasceu para ser mãe, esposa, vovô a adorava, tinha-a como filha.
Mamãe tinha uma voz linda, adorava cantar fados e adorava Bach, mas gostava também e muito de Dalva de Oliveira e tantos outros que gosto também.
Vivia cantarolando alguma coisa e quando papai pegava o bandolim ela suspirava, era tão lindo ver os dois, que amor lindo o deles.
Ela era especial, muito especial.
Era tão bonita, bonita mesmo.
Seu sorriso limpo e transparente, apesar de tímido.
Seus olhos pareciam duas jabuticabas e estava sempre sorrindo.
Suas mãos eram tão macias e ligeiras.
Ah mamãe nossa história daria um livro, quem sabe um dia ainda o escreva.
Gosto de relembrar estas coisas e contar para quem gosta de ouvir, os sobrinhos gostam... risos...que bom assim eles conhecem um pouco da história da avó, da bisavó, da tataravó.
Mamãe mulher de alma pura e transparente.
Que saudades das senhora querida mamãe.
       Um beijo cheio de saudades de sua filha, Maria Teresa

terça-feira, 3 de maio de 2016

Jabuticabeira

       



A minha Jabuticabeira, Luiz José de Brum

Era tão linda, tão altaneira quando aqui chegamos,
Esmirrada a encontramos desfolhada e maltratada
Pelas constantes formigas.
Meu pai com carinho dela tratou.
Com água em volta a protegeu
e a sua raiz a arrefeceu
E daí ela cresceu e floresceu
e como agradecida
Saborosos frutos nos oferecia
em sua copa a passarada vinha
com alegria pousar e também cantar,
até uma pequena Curruíra
com singeleza nela veio se aninhar,
mas um dia,
triste dia preciso foi ser cortada.
Ah! Pobre coitada, nem gosto de falar
nem mesmo de lembrar, pois sinto tanta emoção
que me fere a alma e o coração
e o machado foi posto a trabalhar
e ela caiu com enorme ruído
que mais parecia um gemido,
não como um protesto ou reclamação
era como um despedir,
um chorar como que sentindo saudade,
de para sempre partir!   (Década de setenta)

                ******

        A nossa Jabuticabeira

Mas eis que chegou o dia querido papai,
uma Jabuticabeira plantamos,
e ela já tem cinco anos
e logo, logo nos dará frutos,
e quiçá uma Corroíra, virá nela se aninhar
e ao senhor papai, homenagear
com seu canto tão singelo e delicado.


Esta Jabuticabeira papai
a plantamos para lhe homenagear
Pois sei bem da dor que foi ver
a nossa Jabuticabeira,
caída ao chão tão silenciosa, tão triste,
naquele final de tarde de inverno,
choramos ali como crianças,
já não íamos mais nos abrigar
a sua sombra frondosa
e nem saborearmos seus frutos tão doces,
doces como o mel
e nem íamos mais ouvir a Curruíra cantar,
por que ela também foi embora, para
se aninhar em outro lugar.
Triste dia aquele, mas ontem foi um dia feliz,

plantamos de volta papai a nossa Jabuticabeira. 
            Sua filha que o ama,Maria Teresa

domingo, 1 de maio de 2016

Dia do Trabalho ou do DESEMPREGO?

Imagem da Web

Muito bom comemorar o dia do trabalho quando temos um trabalho, mas não é isso que acontece por aí por em nossa querido Brasil.
Temos jovens que acabaram de se formar desempregados, que já estão se sentindo sem perspectivas.
Temos jovens pais sem trabalho, com certeza sem perspectivas também.
E temos jovens senhores, que querem voltar ao trabalho para se sentirem 
melhores, por que querem produzir, também se sentem sem perspectivas.
Temos onze milhões de desempregados espalhados pelo nosso Brasil, outrora tão varonil.
E não é por vagabundagem não. 
Este governo corrupto fez com que 11 milhões ficassem sem trabalho, sem ter o que colocar na mesa para seus filhos.
Este governo violentou, estuprou o sonho dos brasileiros.
                               Então vamos comemorar o que?

Vamos comemorar o dia do trabalhador, que quer trabalhar, por que o povo brasileiro não é vagabundo, porém NÃO TEM TRABALHO.

Vamos comemorar a ESPERANÇA, por que somos um povo que não foge a luta.


              Um abraço repleto de esperança e que São José, nos proteja, amém.
                                             Maria Teresa.

Mimo de Gracita

Delicadeza de Roberta Maia

Como é bom viver...

Hum, como é bom viver a vida com responsabilidade e alegria!
Mas vida é curta para ser vivida com intolerância, com mau humor e estupidez como tenho visto por ai.
A vida é para ser vivida como se fosse um desabrochar de uma rosa, lentamente. Como o despertar do girassol, que se espreguiça todo até ficar olhando o sol, para melhor aproveitar a sua vida.
Viver a vida como se ela fosse uma sinfonia de pássaros matinais e se prestar atenção ouvirá uma sinfonia diferente a cada amanhecer, é só não ter pressa e ouvir, porque os pássaros estão lá a cada amanhecer.
Viver a vida sem pressa alguma porque a pressa não deixará experimentar o doce sabor que ela oferece a cada dia e olha, ela oferece sabores diferentes e crescedores de se viver.
Viver a vida como se não houvesse noites e só dias e dias de sol.
Então faça da noite do viver o mais lindo dia de sol!!

Arte: Émilie Munier
Autoria: Maria Teresa

Palavras da autora: “...nasci rodeada por livros, boa música, pinturas de quadros (papai tinha um atelier em casa), bordados (mamãe bordava lindamente) e muita religiosidade, caçula de três irmãos homens, temporã de pais na meia idade, fui educada com muito amor e mimo......adoro poesia e deixo o coração ditar e minhas mãos copiarem sobre o papel e ou teclado...amo ler e escrever, gosto muito de brincar com as letras...”

Maria Teresa tem dois Blogs:
Blogs lindos, cheio de declarações de amor( a seu marido) e muita paz!!!
Conheçam!!!

- Minha querida Maria Teresa, sua base familiar refletiu na linda mulher que é, apesar de conhecer apenas virtualmente, sinto sua energia BOA daqui!
Aqui é seu selinho destaque querida, fique à vontade para leva-lo:


Beijinhos Iluminados e Agradecidos!!

11 Comentários:

  1. Ahhhhhh como é bom VIVER!

    Aproveitar cada momento de sorriso nos lábios!

    Ahhhh como é bom VIVER

    Post inspirador Roberta!
    Amei

    :)

    Responder
    Respostas
    1. An@, sorriso nos lábios, adorooooo...!!!
      Beijinhos Iluminados!!!

      Muita Luz!!

  2. Bom dia Roberta, Parabéns a Maria Tereza pela doçura e sensibilidade, viver a vida sem pressa hoje em dia é um desafio que todos nós deveriamos querer vencer! Ótimo dia! Bjoooooss

    Responder
    Respostas
    1. Kellen,os blogs de Maria Teresa são cantinhos onde ela mostra sua paixão pelo marido e a vida!!!

      Lindo Dia!!!

  3. Conheço os blogs da Maria Tereza e são lindos sempre!!beijos às duas! chica

    Responder
    Respostas
    1. Chica, são lindo nê?!AMO DE PAIXÃO!!!
      São muito transparentes...claros!!!

      Beijinhos Iluminados!!!

  4. Querida Roberta, nem sei como fazermos para agradecer, ficamos deveras muito emocionados.
    Ficou linda sua postagem, trouxemos conosco o lindo selo que nos presenteou.
    Agradecemos do fundo do coração e seja sempre muito feliz e abençoada, que sua vida seja repleta de luz e muito amor sempre...beijos nossos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Teresa, obrigada você por ter dado a permissão para que uma de suas obras estivesse aqui no Blog Luz!!!
      Fico imensamente feliz que tenham gostado!

      Beijinhos de Luz no coração do casal!!!
      Bençãos Plenas!!

  5. É isso mesmo, como é bom viver e aproveitar de todas essas coisas maravilhosas que a vida tem para nos oferecer. Ás vezes nem damos conta que estão mesmo pertinho de nós :)
    Linda mensagem, os meus Parabéns à autora!
    Beijiinhos

    Responder
  6. Olá! Tudo diferente e belo por aqui! Adorei as imagens de muita paz...e harmonia e o texto da Maria Tereza perfeito...vou conhecer...
    Parabéns Roberta!
    Bjs e que seu dia seja ótimo, com paz e bons pensamentos!
    CamomilaRosa

    Responder
  7. Olá Roberta,

    Conheço a Maria Tereza. É uma amizade recente, mas já pude constatar a beleza e sensibilidade de sua alma. Seus blogs são excelentes.

    O texto é lindo. Um convite à arte de bem viver.

    A ilustração ficou encantadora com a arte de Émilie Munier. Parabéns pelo bom gosto!

    Beijos.

    Responder